Blog

Como começar uma alimentação saudável

Como começar uma alimentação saudável

27/11/2016

Ter uma nutrição saudável significa ter um consumo equilibrado e moderado de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, vitaminas e sais minerais, a fim de prevenir deficiências nutricionais e proteger o organismo de doenças, melhorando suas defesas. Isso se reflete nas cores dos alimentos: quanto maior for a variedade delas no prato, melhor é a refeição. Existem orientações de como começar uma alimentação saudável que são de fácil realização e que podem ser inseridas aos poucos na rotina alimentar.

Dicas de como começar uma alimentação saudável

As 18 sugestões a seguir são um começo. Uma vez que já estejam incorporadas aos hábitos diários, é possível aprimorá-las.

  1. Ingerir porções menores distribuídas em mais refeições durante o dia (ao invés de três, realizar cinco ou seis).
  2. Consumir, no mínimo, três frutas diferentes por dia.
  3. Os tipos de carne devem ser variados durante a semana (peixe, frango, carne vermelha) e, preferencialmente, consumidos apenas uma vez ao dia.
  4. A preferência deve ser pelos queijos brancos, como o minas, frescal, ricota e cottage.
  5. Para os lanches entre as refeições, pode-se optar por iogurte, barra de cereal, castanhas, frutas naturais e desidratadas, biscoitos integrais, gelatina e até chocolate, desde que contenha mais de 50% de cacau.
  6. Ao invés do açúcar refinado, utilizar açúcar mascavo.
  7. Dar preferência a sucos naturais em detrimento de refrigerantes e bebidas artificiais.
  8. Não exagerar no consumo de café; no máximo, duas xícaras ao dia.
  9. Para deixar de consumir algum tipo de alimento que não traz tantos benefícios, basta deixar de comprá-lo (parece óbvio, mas funciona).
  10. Beber, pelo menos, 1,5 litro de água diariamente.
  11. Antes do café da manhã, em jejum, consumir um copo de água com o suco de meio limão.
  12. As fibras ajudam a absorver o açúcar do organismo e, portanto, são úteis para pessoas que não abrem mão de um doce.
  13. Caso não seja possível comer feijão diariamente, ele pode ser substituído por milho, lentilha ou grão de bico.
  14. Preferir as versões integrais dos alimentos (pão, arroz, macarrão, entre outros).
  15. Legumes e verduras devem estar nas principais refeições.
  16. Alimentos gordurosos e com grande quantidade de sódio devem ser diminuídos progressivamente.
  17. Alho e cebola ajudam a prevenir inúmeras doenças e, por isso, devem ser incluídos no tempero das comidas.
  18. O vinho contém substâncias que ajudam a reduzir o colesterol ruim (uma taça por dia é o suficiente).

A prática regular de exercícios físicos deve ser uma iniciativa conjunta à melhoria dos hábitos alimentares. A corrida, por exemplo, traz inúmeros benefícios. Caminhar três vezes por semana durante 30 minutos contribui para a saúde e para o bem-estar.

Publicações relacionadas