Procedimentos

Fissura labiopalatina (Lábio leporino)

A fissura labiopalatina, popularmente conhecida como lábio leporino, é a deformidade congênita mais comum na face, resultante de uma predisposição multifatorial que leva a malformação do feto durante o seu desenvolvimento nas primeiras semanas da gestação. A alteração pode afetar o lábio, o nariz, a gengiva e o palato (céu da boca).

Algumas vezes, o diagnóstico ocorre ainda no período pré natal, levando a necessidade de orientação da família quanto a gestação e cuidados com o bebê após o nascimento.

Dependendo do acometimento podem ser necessárias várias cirurgias para reparação da condição.

A primeira, de lábio, deve ser feita entre o terceiro e o sexto mês de vida do bebê e a de palato, no período de 12 a 18 meses de idade, conforme as condições clínicas da criança e a presença ou não de outras doenças.

Outras etapas cirúrgicas vão sendo programadas conforme o crescimento do paciente e o grau de acometimento pela fissura.

O tratamento da fissura labiopalatina permite a capacitação e integração tanto na fase da infância quanto na vida adulta, já que visa reparar não só a aparência, mas principalmente restabelecer a função da alimentação, respiração, fala e audição.

Agendar Consulta

O formulário para pré-agendamento de consulta é uma forma dinâmica de agendar um horário com um de nossos profissionais. Envie-nos seus dados e sua mensagem para que possamos confirmar sua consulta.

Please leave this field empty.